Equívocos sobre a vocação profissional

Desde que somos crianças, uma pergunta nos deixa temerosos e em dúvida. O que eu quero ser quando crescer? Parece que temos que ter essa resposta na ponta da língua, e quem não tem sofre até descobrir qual a vocação. Mas será que vocação é algo assim tão rígido, determinada desde criança, e não podemos mais mudar? Será que não devemos experimentar atividades que nos interessem, e fazer outras escolhas se não gostarmos?

Muitos equívocos na carreira acontecem por uma visão estreita que temos sobre vocação. O especialista em orientação profissional, Maurício Sampaio, destacou alguns equívocos sobre vocação, que atrapalham no momento de tomar uma decisão ou tentar uma mudança completa de rota.

Vocação não é um chamado
Derivada do verbo “vocare” (chamar) do latim, vocação significa, etimologicamente, um chamado. E tem gente que leva esse significado ao pé da letra. Não é bem assim que funciona. Não adianta sentar e esperar que a vocação surja, para descobri-la é preciso investir em autoconhecimento. Descobrir áreas afins, que traria prazer e satisfação, não apenas profissional.

Vocação se descobre testando
Muita gente acha que quem experimenta de tudo, uma hora descobre a vocação. Esse definitivamente não é o melhor método! Você perde muito tempo pulando de um curso para outro, sem um foco específico no que te faria mais realizado. Mais uma vez, o segredo é voltar-se para si. Assim, você vai descobrir qual sua verdadeira vocação.

Existe apenas uma profissão certa pra mim
Liberte-se dessa ideia ultrapassada! Uma mesma pessoa pode ter vocação para várias coisas e isso pode mudar durante a vida e o amadurecimento da profissão. Pesquisas revelam que um jovem pode percorrer até 14 ocupações diferentes até o fim da carreira.

É só estudar de tudo que eu descubro minha vocação
Estudar é importante, mas só isso não vai te fornecer a experiência que precisa para descobrir sua vocação. Fazer estágios é fundamental para sair um pouco da teoria e ver se tem a vocação na prática mesmo. Essa fase de ação costuma ser bastante reveladora.

Não tenho vocação para nada
Algumas pessoas ficam paralisadas por essa insegurança, como uma ideia fixa. “Não existe quem não sirva para nada”, garante o especialista Maurício Sampaio. Você precisa ser honesto consigo, fazer um mergulho em si mesmo e descobrir.

Conheça nosso serviço de Coaching e descubra como podemos te ajudar a descobrir sua vocação!

Solicite atendimento